Notícias: Projeto Néctar da Amazônia

_MG_4318 - Copia - Copia - Copia

> Instituto Peabiru realizou Simpósio “Abelhas sem Ferrão e a Sociobiodiversidade”

Em 2 de agosto de 2018, o Instituto Peabiru com a participação de produtores familiares, pesquisadores da Embrapa, Universidade Federal do Pará e Instituto Tecnológico Vale, e o apoio do Museu Goeldi, realizou evento para discutir sobre a cadeia de valor das abelhas sem ferrão (melíponas).

 

print_video_colmeia2

> Como aliar conservação e geração de renda com a criação de abelhas sem ferrão

Para compartilhar conhecimentos e discutir aprendizados sobre o desenvolvimento da cadeia de valor do mel de abelhas sem ferrão, será realizado o Simpósio: Abelhas sem ferrão e a Sociobiodiversidade, em 2 de agosto próximo, no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, do Parque Zoobotânico, do Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém, Pará, com a colaboração do Museu Paraense Emílio Goeldi.

 

151111-Urucu amarela Pingo Dagua Curuca R Arajuo copy

> Simpósio: Abelhas sem ferrão e a Sociobiodiversidade – Programação

O Simpósio ” Abelhas sem ferrão e a Sociobiodiversidade” apresenta sua programação. Temas como o desenvolvimento da meliponicultura no estado do Pará e Amapá, oportunidades de mercado e pesquisas cientificas são alguns dos temas que serão debatidos no Simpósio.

 

Meliponário em Curuçá - PA   Foto: Rafael Araujo

> Instituto Peabiru realizará simpósio sobre abelhas sem ferrão

Para compartilhar conhecimentos e discutir aprendizados sobre o desenvolvimento da cadeia de valor do mel de abelhas sem ferrão. Este é o objetivo do Simpósio: Abelhas sem ferrão e a Sociobiodiversidade, que será realizado no dia 2 de agosto, no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, do Parque Zoobotânico, do Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém, Pará.

 

print3

> Projeto Néctar da Amazônia apresenta vídeo sobre o manejo as abelhas sem ferrão

Conheça algumas das histórias de quem trabalha com abelhas sem ferrão na Amazônia Oriental.

 

 

10-151111-urucu-amarela-r-araujo-alta

> Artigo de João Meirelles na revista Página 22 aborda impactos positivos do manejo de abelhas sem ferrão

O texto “A revolução das abelhas sem ferrão”, do diretor do Instituto Peabiru, João Meirelles Filho, fala sobre os impactos da meliponicultura em diversas áreas: da conservação ambiental à geração de renda local.

 

151111-Urucu amarela Pingo Dagua Curuca R Arajuo copy

> Proposta para comercializar mel de abelhas nativas ganha prêmio internacional

Ao propor uma loja virtual para comercializar o mel de abelhas nativas da Amazônia – Néctar da Amazônia –, o Instituto Peabiru vence o concurso Innonatives.

%d blogueiros gostam disto: