Campanha de comunicação realizada por organizações culturais de Belém aborda prevenção ao coronavírus a partir da realidade local

A campanha coordenada pelo Instituto Peabiru, dentro do projeto Sacramenta Socioambiental, é realizada pelo Casarão do Boneco, pela Rádio Margarida e pelo coletivo Telas em Movimento, com apoio da Suzano Papel e Celulose

Vídeos da campanha #JuntosContraoCorona produzidos pela Rádio Margarida e pelo Casarão do Boneco abordam de forma acessível o dia a dia de prevenção à COVID19.


Reunindo esforços para falar sobre prevenção ao coronavírus a campanha Juntos contra o Corona combina diferentes formatos para abordar de forma simples e direta os cuidados necessários durante a pandemia de COVID19. A campanha foi criada como parte das ações de comunicação popular que compõem projeto do Instituto Peabiru com a Suzano, que tem como foco a prevenção à COVID-19 no bairro da Sacramenta. A campanha de comunicação reúne três grupos de produção cultural da cidade de Belém, na criação de materiais gráficos e audiovisuais que abordam a prevenção e os cuidados em relação ao coronavírus. O coletivo Telas em Movimento, a Rádio Margarida e o Casarão do Boneco são os parceiros à frente da produção dos materiais, trabalhando diferentes linguagens e dialogando a partir de dicas e cenas que se conectam com a realidade dos públicos locais. Os parceiros tem reconhecida atuação nos bairros e comunidades da cidade, trabalhando com apresentações, ações sociais e na produção de vídeos e campanhas, nos bairros e nas mídias sociais.

Os três parceiros foram escolhidos para serem os realizadores da campanha pelo seu trabalho, atuação e envolvimento local em diferentes regiões da cidade. Apesar de trabalharem com formatos diferentes, a prevenção ao coronavirus é o elemento que os conecta. Esse é um dos diferenciais da campanha que buscou articular abordagens e trabalhar com organizações locais, reconhecidas em seus territórios, para tratar de um tema ainda novo e delicado para a população. “Cada um dos parceiros têm trabalhos reconhecidos de comunicação na cidade. Na campanha o objetivo é trabalharmos de forma complementar cada linguagem para trazer informações de fontes oficiais e estabelecer diálogos sobre a COVID19 nos bairros”, diz Mariana Faro, do Instituto Peabiru.

Os materiais começaram a ser divulgados no início de junho através do compartilhamento nas redes sociais de organizações do bairro da Sacramenta, como a Associação de Moradores das Malvinas e as Cooperativas de Catadores do bairro. Avaliando a utilidade do material e o êxito desse formato de comunicação, a partir de julho as peças também serão divulgadas nas redes sociais das organizações envolvidas, como perfis no Youtube, Instagram e Facebook do Instituto Peabiru e da Rádio Margarida.

As peças tem circulado nas redes sociais com vídeos curtos e imagens. As 24 imagens para redes sociais são da equipe de criadores ligada ao Telas em Movimento e trazem dicas de prevenção a partir de informações de fontes oficiais, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), para uma linguagem mais simples e acessível. Com vídeos de humor, usando atores e bonecos, a linguagem descontraída dá o tom acessível das peças audiovisuais, realizadas pelo Casarão do Boneco e pela Rádio Margarida, que produziram cada um quatro vídeos esquetes, abordando temas como lavagem das mãos, uso da máscara, saúde mental e violência doméstica. “Nós da Rádio Margarida ficamos muito contentes em poder participar desta campanha de prevenção ao coronavirus realizada pela Suzano, em parceria com o Instituto Peabiru. A forma como nos envolvemos tem a ver com a nossa história, com a nossa metodologia de educação popular, com o que acreditamos, que é levar a informação através da arte, e nesse caso são vídeos curtos com uma linguagem bem lúdica e um certo tom de humor, que deixa a mensagem mais leve diante da densidade que é a questão da pandemia”, relata José Arnaud, da Rádio Margarida.

Conheça mais sobre os realizadores da campanha e os materiais criados.


Casarão do Boneco

Vídeo “Ida ao supermercado”, do Casarão do Boneco, parte da campanha de comunicação popular de conscientização sobre a COVID19.


O Casarão do Boneco é um espaço cultural que existe originalmente desde 2003 como sede do grupo In Bust Teatro com Bonecos, e que a partir de 2015 começou a abrigar artistas, profissionais das artes circenses e outros coletivos culturais da cidade de Belém. A diversidade de linguagens dentro da casa constitui a base da sua existência. O Casarão trabalha principalmente com os bonecos, a partir da influência do grupo Inbust, responsável pela criação do programa Catalendas, da TV Cultura. A concepção da criação das esquetes para a campanha buscou reunir em um mesmo plano as necessidades de prevenção e o universo lúdico dos bonecos. “Não pretendemos amenizar o risco da situação atual, mas buscamos adicionar a ela uma perspectiva lúdica trazida naturalmente com a inserção do boneco nesta realidade que nos aflige”, destaca a equipe do Casarão. Este objetivo é reforçado pelo uso dos bonecos em cena. Na série de quatro vídeos de aproximadamente 2 minutos cada, o grupo constrói um enredo onde os órgãos e sentimentos do corpo humano são personagens prontos para defende-lo do vilão COVID-19. A cada episódio os heróis enfrentam novos desafios impostos pela realidade atual e compartilham dicas sobre como se proteger.


Rádio Margarida

Vídeo “Solidariedade”, da Rádio Margarida, parte da campanha de comunicação popular de conscientização sobre coronavirus.


A Rádio Margarida é uma ONG que atua desde 1992 em Belém, com trabalhos no estado do Pará, região Norte e outras regiões do país. Se dedica a produzir e irradiar arte, cultura e educação popular, fortalecendo a conscientização para melhoria da qualidade de vida socioambiental, na Amazônia, no Brasil e no mundo. Nos vinte e oito anos de existência da Rádio Margarida a organização tem trabalhando em diversas áreas de atuação: educação popular, direitos humanos e cidadania, direitos da criança e do adolescente, saúde, arte e educação, cultura, meio ambiente, segurança e educação no transito, segurança no trabalho, comunicação social, educação a distância, qualificação de recursos humanos.

A ideia central dos quatro vídeos realizados pela Rádio Margarida para a campanha Juntos contra o corona é abordar as vivências de uma família local nesse momento de distanciamento social por conta da pandemia de Covid-19. A maior parte dos episódios acontecem em contexto doméstico, utilizando situações do dia a dia para ilustrar os temas a serem tratados. O grupo se utiliza do vocabulário regional, bem como, das peculiaridades locais. “Em cena, os atores se revezam entre 6 personagens, para contar, de forma descontraída, pequenas histórias que levem informações importantes para este momento de combate ao novo coronavírus”.


Telas em Movimento

O projeto Telas em Movimento nasceu com o objetivo de democratizar o acesso ao cinema nas periferias, além de reconhecer e valorizar quem “faz o corre na sua comunidade”. Já realizaram o primeiro Festival de Cinema das periferias da Amazônia, com oficinas, em escolas públicas de bairros periféricos de Belém, cineclubes com exibições e debates movimentando os moradores do entorno, além de vivência nas comunidades ribeirinhas da capital. Na pandemia, o projeto se reformulou para auxiliar no combate à COVID-19 e ajudar famílias em situação de vulnerabilidade nas periferias e comunidades tradicionais do Pará, contribuindo a partir da distribuição de cestas básicas, kits de higiene, mobilização de agentes de saúde e campanhas de comunicação comunitária, compartilhando conhecimento com quem acaba sendo negligenciado pelo poder público. As peças que o grupo criou para a campanha trazem orientações sobre higienização das mãos, uso da máscara, cuidados ao precisar sair de casa e ainda dicas sobre bem estar e saúde mental durante a pandemia.

Peças da campanha de Comunicação Popular realizadas pela Mazo Comunicação, comunicadores ligados ao Telas em Movimento, com apoio da Suzano.


Apoiada pela empresa Suzano Papel e Celulose, através da sua unidade em Belém, e parceria com o Instituto Peabiru, a campanha tem sido divulgada nas redes sociais de organizações sociais e moradores do bairro da Sacramenta e agora será expandida para outros canais para que as mensagens cheguem a mais pessoas e contribuam para a conscientização sobre a COVID. Além da campanha de comunicação, o projeto também tem conduzido articulação com organizações sociais locais promovendo ações em apoio às comunidades vizinhas na prevenção e assistência durante a pandemia. Suzano e o Instituto Peabiru estruturaram projeto com múltiplas frentes para apoiar colaboradores e comunidades vizinhas da unidade da Sacramenta no enfrentamento ao vírus. As ações do projeto foram iniciadas ainda no mês de maio e, além da campanha de comunicação, envolve ações nos temas de auxílio social e saúde, com doações de cestas básicas, instalação de pias públicas no bairro para higienização das mãos e apoio a costureiras do bairro, na produção de mais de 7.000 máscaras que serão doadas no bairro e em áreas de atuação da Suzano nas regiões norte e nordeste.


Para ver todas as peças da campanha acesse nossas redes sociais:

Assista os vídeos #JuntosContraoCorona no Youtube.
Veja as dicas de prevenção ao coronavírus também no Instagram.





, , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: