Instituto Peabiru recebe lideranças do Rio Canaticu, de Curralinho (PA

Lideranças e comunitários do Rio Canaticu, de Curralinho (PA), estiveram no Instituto Peabiru

Lideranças e comunitários do Rio Canaticu, de Curralinho (PA), estiveram no Instituto Peabiru

Na manhã desta segunda-fera, 31, o Instituto Peabiru recebeu lideranças e moradores do município de Curralinho que vivem ao longo do Rio Canaticu. O objetivo de reunião foi de apresentar aos comunitários todos os projetos em fase de planejamento que serão executados na região tão logo recebam liberação de recursos. O encontro também serviu para explicar quais os próximos passos do projeto Viva Pesca, que já se encontra em andamento, e que tem como principal objetivo a recuperação e conservação dos recursos pesqueiros do Rio Canaticu. Realizado pelo Instituto Peabiru, o Viva Pesca conta com patrocínio do Programa Petrobras Ambiental, da Petrobras e do Governo Federal.

“São muitos os projetos pensados para o Marajó, tendo como ponto de partida o município de Curralinho. Queremos que o Rio Canaticu seja um polo difusor de boas práticas. E o mais importante é que tudo isso na verdade são realizações das comunidades, dos próprios moradores. O Instituto Peabiru está apenas realizando um projeto que é deles e que vai beneficiar a eles mesmos”, comenta Manoel Potiguar, gerente de projetos do Instituto Peabiru.

Reunião serviu para apresentar projetos que estão em andamento ou em desenvolvimento

Reunião serviu para apresentar projetos que estão em andamento ou em desenvolvimento

Para o Secretário Municipal de Meio Ambiente de Curralinho, Marcos Baratinha Oliveira, a reunião foi positiva para apresentar às lideranças e comunitários que os trabalhos estão em andamento e que irão beneficiar não apenas a geração atual. “É um conjunto de projetos, com recursos diversos, que em conjunto visam gerar desenvolvimento para toda a região e que deixarão um legado para nós e nossos filhos”, diz.

Segundo Marcos, este é um dos grandes benefícios dos projetos. “Fazer com que a próxima geração entenda a importância da educação ambiental, do respeito aos recursos oferecidos pela natureza é fundamental, pois não vai adiantar nada a nossa geração entender e não conseguir passar para próxima. Ou iremos deixar este mundo e nada do que estamos fazendo terá continuidade”, lembrou.
Estiveram presentes ainda na reunião lideranças de outras comunidades de outros rios de Curralinho, como o Piriá, Trapichinho e Mutuacá, além do município e de Oeiras.

Além do projeto Viva Pesca (leia mais aqui), estão previstos ainda os seguintes projetos para a região: Fábrica-Escola de açaí, que está em fase final de negociação com o BNDES, já com recursos pré-aprovados; Projeto de Piscicultura, em fase de elaboração para concorrer ao edital da Ecoforte 2014; além disso, o Instituto Peabiru, em parceria com as ONGs IIEB, Instituto Vitória regia e Instituto Lupa Marajó, em parceria com o CODETEM (Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Marajó) e demais entidades locais, como a CEAM (Central de Associações do Rio Canaticu), está em processo seleção de entidades para elaboração e execução de projeto de desenvolvimento integrado e sustentável do território marajoara, junto ao fundo socioambiental da Caixa Econômica Federal.

, , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: