Instituto Peabiru, IEB e Instituto Vitória Régia firmam parceria com FSA Caixa

DSC01263

Representantes do Instituto Peabiru, IEB e Instituto Vitória Régia durante evento de assinatura do projeto na Agência Barco Ilha do Marajó, da Caixa.

“Fortalecimento Institucional para o Desenvolvimento Sustentável no Marajó”. Este é o nome do novo projeto que será executado pelo Instituto Peabiru, Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) e Instituto Vitória Régia, em parceria com o Fundo Socioambiental Caixa (FSA CAIXA).  Serão 24 meses de trabalho em 10 dos 16 municípios do Marajó – Bagre, Breves, Curralinho, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, São Sebastião da Boa Vista e Soure. A formalização do acordo de cooperação financeira aconteceu na última segunda-feira (3), durante evento realizado na Agência Barco Ilha do Marajó, da Caixa, em Belém.

DSC01210

João Meirelles, diretor geral do Instituto Peabiru, destacou a importância do novo projeto pra o desenvolvimento do Marajó

“Atuamos no Marajó há cinco anos e, sempre, com parcerias locais. É isto que permitiu aumentar a visibilidade das problemáticas deste Território, tanto para o público paraense como ao poder público federal e estadual. Nesse período ficou claro que as agendas do ordenamento fundiário, das cadeias de valor prioritárias e dos direitos cidadãos, apresentam-se como amplas, complexas e merecedoras de maior atenção. Este projeto, em parceria com a Caixa, o IEB e o Instituto Vitória Régia, reforça a nossa ação, com o objetivo de desenvolver a região.”, comenta João Meirelles, diretor geral do Instituto Peabiru.

O novo projeto, conta recursos de cerca de R$ 3 milhões do FSA CAIXA e contrapartida acima de R$ 500 mil. Seu objetivo é fortalecer processos de desenvolvimento local integrado a políticas públicas. A escolha dos municípios deve-se àqueles atualmente atendidos pela Agência Barco Ilha do Marajó, que oferece todos os produtos do portfólio do banco, com exceção daqueles que envolvem dinheiro em espécie.
A iniciativa é uma ação de responsabilidade socioambiental e integrada a cadeia de valor clientes, em que a dimensão atendimento é um dos focos prioritários. Entre as metas previstas estão: a valorização das boas práticas sócio-produtivas sustentáveis; o fomento a geração de trabalho e renda por meio de economia solidária; o fomento a educação, a promoção da cidadania e a disseminação da cultura marajoara.

“A gente fica feliz quando vê uma ideia se concretizar. Principalmente quando essa ideia tem a intenção de colocar em pé algo que vai gerar benefício para uma quantidade de pessoas que vivem com índices de desenvolvimento humano bastante baixo”, disse o gerente nacional de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental da Caixa, Jean Benevides, durante o coquetel de assinatura da parceria.

Para a Diretora Executiva do IEB, Maria José Gontijo, a parceria vai fortalecer a atuação que o Instituto já exerce no território: “A parceria com o Fundo Socioambiental da Caixa será importante para consolidar as ações que o IEB vem desenvolvendo no Marajó em prol do fortalecimento das organizações locais para a melhor gestão dos recursos naturais”, afirmou.

O diretor-presidente do Instituto Vitória Régia, Alex Keuffer, também falou sobre a expectativa de levar melhores oportunidades para os moradores da ilha do Marajó. “Nossa expectativa é a melhor possível.O Marajó é uma região marcada pelo descaso do poder público. Mas a expectativa é de um projeto grande. Um projeto social que tem o apoio direto da caixa econômica. O projeto vai oportunizar formas de melhoria de emprego e renda para moradores da região. Ele vai resultar em um indicador positivo no decorrer do projeto até o final. Será uma contribuição para o aumento de renda, melhoria da qualidade de vida, difusão e disseminação do conhecimento,  que vai contribuir para um  processo de inclusão social, e inclusão profissional dessas pessoas, no Pará e no Brasil”, disse Alex.

Sobre o Fundo Socioambiental Caixa
O Fundo Socioambiental (FSA CAIXA) busca apoiar financeiramente projetos e investimentos de caráter social e ambiental. O Fundo tem como objetivo consolidar e ampliar a atuação da CAIXA no incentivo a ações que promovam o desenvolvimento sustentável e é composto por recursos correspondentes a até 2% do lucro da empresa.

O IEB
O Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) é uma instituição brasileira do terceiro setor com mais de 15 anos atuação no território amazônico. Ele se dedicada a formar e capacitar pessoas, bem como fortalecer organizações nas áreas de manejo dos recursos naturais, gestão ambiental e territorial e outros temas relacionados à sustentabilidade.

Instituto Vitória Régia
A Instituição sem Fins Lucrativos foi fundada em 2002 e qualificada como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. A entidade foi criada com finalidades Científicas, Tecnológicas e Culturais, com o objetivo de atuar principalmente nas questões educacionais, sociais, ambientais e produtivas. Dentre os principais propósitos está desenvolver trabalhos de maneira didático-pedagógica sob a orientação de profissionais, através de cursos, consultorias, palestras, pesquisa, oficinas, seminários, dentre outras, visando à melhor organização e total aprendizado dos envolvidos.

 

Confira galeria de imagens do evento

, , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: