Simpósio: Abelhas sem ferrão e a Sociobiodiversidade – Programação

O Simpósio ” Abelhas sem ferrão e a Sociobiodiversidade” apresenta sua programação. Temas como o desenvolvimento da meliponicultura no estado do Pará e Amapá, oportunidades de mercado e pesquisas cientificas são alguns dos temas que serão debatidos no Simpósio.

Vale ressaltar, o evento será realizado no dia 2 de agosto de 2018, das 8h às 16h, no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, Museu Emílio Goeldi (acesso pela Travessa 9 de Janeiro).

As vagas são limitadas, garanta sua vaga enviado e-mail para dalissa@peabiru.org.br, informando: NOME COMPLETO, TELEFONE DE CONTATO, INSTITUIÇÃO DE ENSINO OU LOCAL DE TRABALHO.

Confira a lista do Simpósio “Abelhas sem Ferrão”

8:00 – Inscrições e Café da manhã sustentável (Toró Gastronomia Sustentável)

8:30 – AberturaImpacto socioambiental e econômico da meliponicultura: João Meirelles Filho – Diretor Geral – Instituto Peabiru

9:00 – Incentivo ao desenvolvimento da cadeia produtiva da meliponicultura no    estado do Pará: Daniel Santiago – pesquisador Embrapa Amazônia Oriental

9:30 – Geração de ativos tecnológicos para a meliponicultura: Marcos Enê Oliveira –pesquisador Embrapa Amazônia Oriental

10:00 – Uso de barcode DNA para a identificação de espécies de abelhas sem ferrão  da Amazônia: Patrícia Schneider, Instituto de Ciências Biológicas (UFPA)

10:50 – Troca de experiências entre produtores e pesquisadores – Fernando Oliveira – Instituto Peabiru (org.), Cleiton Oliveira – Instituto Peabiru (Técnico), produtara Marussia Baena (Curuçá-PA) e produtor Renato Baena (Curuçá-PA).

12:00 – 12:30 – Resumo das atividades da manhã e espaço para manifestações dos  participantes 

12:30 – Almoço – (almoço livre)

14:00 – Meliponiculturadesafios e estratégias para autorização de manejo e          comercialização da produção: Hermógenes Sá – Diretor Executivo – Instituto Peabiru

14:30 – Oportunidades de mercado do mel de abelhas sem ferrão: Jerônimo Villas Bôas – consultor

15:00 – Peabiru Produtos da Floresta – modelagem e análise do negócio para os  diferentes operadores da cadeia de valor da meliponicultura – Pedro Meirellesconsultor

15:20 – Parcerias e pesquisas científicas – as abelhas sem ferrão na pesquisa do Instituto Tecnológico Vale (ITV):Vera Imperatriz Fonseca – pesquisadora ITV; e, a importância do resgate de abelhas para matrizes da meliponicultura – Luciano Costa – pesquisador ITV

15:40 – 16:00 – Encerramentoaprendizados e desafios – João Meirelles Filho e  Hermógenes Sá

Baixe aqui a programação do Simpósio Abelhas sem Ferrão.

Vagas limitadas. Para se inscrever mande e-mail para dalissa@peabiru.org.br informando: NOME COMPLETO, TELEFONE DE CONTATO, INSTITUIÇÃO DE ENSINO OU LOCAL DE TRABALHO.


Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), com 19 anos de atividade, sede em Belém do Pará, com a missão de facilitar processos de fortalecimento da organização social e da valorização da sociobiodiversidade, especialmente para que as populações extrativistas e os agricultores familiares da Amazônia sejam protagonistas de sua realidade. Atua no Pará, Amapá, Maranhão e Bahia.

 

, , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: