UNICEF e Instituto Peabiru promovem formações virtuais para 300 estudantes do ‘Rumo ao Enem’

A iniciativa ocorre em Belém e Manaus por meio de encontros virtuais que debaterão temas como prevenção e combate à Covid-19, saúde mental, fake news e uso seguro da internet em tempos de pandemia.

Texto: Hanne Assimen
Fotos: Harrison Lopes e Juliana Pesqueira

Prevenção da Covid-19, saúde mental, fake news e uso seguro da internet são os temas das rodas de conversa virtuais promovidas para os estudantes da iniciativa “Um Milhão de Oportunidades/Rumo ao ENEM”


O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Instituto Peabiru, por meio do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem, irão promover rodas de conversa sobre prevenção da Covid-19, saúde mental, fake news e uso seguro da internet, para os 300 estudantes contemplados com os kits conectividade da iniciativa “Um Milhão de Oportunidades/Rumo ao ENEM”, realizada em Belém e Manaus. As rodas de conversa ocorrem ao longo do mês de fevereiro.

“Os encontros  virtuais têm o objetivo de realizar a construção de um espaço de diálogo que permita aos adolescentes e jovens se expressarem e aprenderem em conjunto sobre temáticas que fazem parte do cotidiano deles. Os temas selecionados para os diálogos nas rodas de conversa com os adolescentes e jovens fazem  parte do processo formativo proposto pelo UNICEF, por meio do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem”, afirma Ida Pietricovsky, especialista em comunicação do UNICEF Brasil.

“Junto às temáticas sobre participação, empoderamento de adolescentes, saúde mental em tempos de pandemia, prevenção combinada do HIV e autocuidado em tempos de pandemia, a gente também traz uma roda de conversa para saber como os adolescentes e jovens têm vivido e se sentido em tempos de pandemia. Em tempos em que estão se preparando para o Enem, como eles têm sentido esse momento? Então, essa é a grande proposição das rodas de conversa”, declara Rayanne Máximo, consultora para o desenvolvimento e participação de adolescentes do UNICEF.

Além de promover esses momentos de diálogo, com o objetivo de orientar os adolescentes e jovens para que saibam detectar e filtrar as diversas informações do cotidiano, principalmente as fake news –  notícias falsas que circulam expressivamente na internet – um dos desdobramentos do projeto é a promoção de uma assessoria digital. “Como esses adolescentes e jovens receberam um kit do UNICEF que continha um telefone celular, pensamos em como eles podem utilizar essa ferramenta da melhor forma possível, tanto para preparação aos estudos, quanto em relação a fake news relacionadas à Covid-19, à vacina, e isso tende a se intensificar à medida que as coisas vão acontecendo. Então, serão dois momentos diferentes, com Belém e Manaus, para suprir essas necessidades que identificadas anteriormente”, afirma Claudio Melo, gerente técnico do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem.  

Jovens beneficiados pela iniciativa “Um milhão de oportunidades” passaram por um processo seletivo com pré-requisitos relacionados a suas condições de preparação para o ENEM durante a pandemia.


Programação das rodas de conversa

A primeira roda de conversa virtual terá como tema central “Prevenção à Covid-19 e saúde mental”, e ocorrerá nos dias 09 e 10/02, respectivamente com os estudantes de Manaus e Belém. O encontro contará com a participação de especialistas do UNICEF nas áreas de saúde e proteção de adolescentes e desenvolvimento infantil, desenvolvimento e participação de adolescentes.

A segunda roda de conversa terá como tema “Uso seguro da internet”. Dessa vez, o encontro terá a participação de  especialista em comunicação;  desenvolvimento e participação de adolescentes do UNICEF. Além dos convidados citados, os eventos também contam com  um educomunicador, que será o facilitador durante os encontros virtuais.

“São duas rodas de conversa que trazem a proposta de que adolescentes possam falar, tirar dúvidas, e seja realizado um momento dinâmico com eles. Isso tudo foi preparado pensando na participação, no diálogo com esses adolescentes. Estamos muito felizes por poder proporcionar esse momento e na expectativa de  que venham pelo menos dois momentos formativos por mês mais adiante. Estamos aí com trezentos adolescentes que receberam os kits Rumo ao Enem, com mais de vinte e cinco, adolescentes jovens que foram formados na primeira formação, mais dose em dezembro e outros jovens que estão sendo alcançados pela nossa comunicação nesse momento”, explica Edgar Barra, Articulador Social do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem, pelo instituto Peabiru. 

Processo seletivo

A iniciativa “Rumo ao Enem” integra o projeto “Um Milhão de Oportunidades” em que um dos objetivos é dar suporte e apoio por meio do acesso digital para o preparo dos adolescentes e jovens ao Enem, diante do cenário atual de pandemia e suas dificuldades no acesso a materiais e frequência escolar, mesmo que de forma remota.

Para serem beneficiados pela iniciativa, os adolescentes e jovens passaram por um processo seletivo com alguns pré-requisitos, tais como: estar matriculado em escola pública cursando o último ano do Ensino Médio, ou já ter concluído, mas que segue se preparando para o Enem; viver em família com renda per capita inferior a R$ 178,00 e estar engajado em alguma iniciativa comunitária ou engajar-se a partir desta iniciativa.

UNICEF e Um Milhão de Oportunidades

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) no Brasil é parte da iniciativa global Generation Unlimited (Gen-U, sigla em inglês) – Geração que Transforma (versão brasileira da iniciativa global). Geração que Transforma é uma parceria multissetorial global que ajuda jovens (10-24 anos) a se tornarem membros produtivos e engajados da sociedade. No Brasil, o Geração que Transforma é impulsionado pela iniciativa 1 Milhão de Oportunidades (1MiO). A iniciativa Um Milhão de Oportunidades é a maior articulação pela juventude no Brasil reunindo as Nações Unidas, instituições internacionais, o setor privado, o terceiro setor, governos e a sociedade civil para, nos próximos dois anos, gerar oportunidades de acesso à Educação de qualidade, formação em competências digitais e para o mundo do trabalho, conectividade e um milhão de vagas de trabalho decente de aprendiz, estágio e emprego formal para adolescentes e jovens vulneráveis de 14 a 24 anos, impulsionando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas por meio do protagonismo jovem.

, , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: