UNICEF e Instituto Peabiru lançam segundo ciclo de mobilização de jovens contra a Covid-19

Grupos da sociedade civil de 22 municípios do Amazonas e Pará, que promovam ações de desenvolvimento social com adolescentes a partir dos 12 anos, estão convidados a participarem da nova edição do Te Saí Covid que tem as inscrições abertas a partir de 5 de julho

Jovens participam da primeira edição do projeto Te Sai Covid que irá abrir inscrições para sua segunda edição em julho de 2021.


O Instituto Peabiru, em parceria técnica com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), abre inscrições para a segunda edição do projeto Te Sai Covid. Com início previsto para o próximo dia 5 de julho, o projeto desenvolveu, entre fevereiro e maio deste ano, a mobilização de grupos de jovens nos municípios de Manaus (AM), Belém e Gurupá (PA), na promoção de cuidados básicos de higiene e enfrentamento à epidemia do novo coronavírus na região Norte. 

Na última edição, cerca de 60 grupos e 300 adolescentes e jovens foram engajados com as atividades de conscientização do Te Sai Covid, além da mobilização de mais de 48 mil pessoas, e no próximo ciclo, a iniciativa ampliará sua atuação para 22 municípios nortistas, sendo dez no Amazonas e doze no Pará, com duração prevista para os próximos seis meses. 

Estão aptos a participar grupos da sociedade civil que promovam ações de desenvolvimento social com adolescentes a partir dos 12 anos, como as escolinhas de esportes no bairro, ensino de música, voluntariado e grupos de jovens de igrejas de qualquer religiões. 

“Na última edição, os participantes não mediram esforços e mostraram claramente seu potencial enquanto mobilizadores da prevenção contra a Covid-19. Foram promovidos 14 diálogos, os quais contaram com cerca de 400 participantes, sendo que mais da metade adolescentes e jovens. O projeto também desenvolveu atividades com pais, mães, cuidadores, professores e lideranças comunitárias, para que sejam agentes de mudança em seus respectivos locais de atuação”, declarou Ida Pietricovsky, Especialista em Comunicação do UNICEF Brasil. 

A proposta de trabalho do Te Sai Covid passa pelo trabalho de mobilização entre vários setores da sociedade, em parceria com as secretarias municipais de Educação, Saúde e Assistência Social. Segundo Cláudio Melo, gerente de projetos do Instituto Peabiru, a proposta de implantação de um núcleo de enfrentamento à Covid-19 possui ênfase na prevenção e controle da doença a partir do conhecimento local e do contexto vivido pelas comunidades, na mobilização e engajamento dos jovens como agentes de mudança e demais setores da sociedade civil, como as lideranças comunitárias e coletivos. “O combate à Covid-19 depende da união de forças de vários setores da sociedade e de estratégias efetivas, como o Te Sai Covid, auxiliam as pessoas para mudanças de comportamentos de hábitos básicos de higiene e proteção contra o novo coronavírus”, acrescenta. 

As inscrições 

Para conhecer a realidade de cada local, o Instituto Peabiru convidou representantes das secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social dos municípios selecionados para receber as ações do Te Sai Covid para duas reuniões, realizadas de forma virtual. Nesses diálogos, eles puderam apresentar o cenário da pandemia e as principais dificuldades enfrentadas nessas localidades, além da proposição de ideias para a implantação da parceria. 

Em seguida, a equipe do Peabiru realizou um novo contato com as secretarias de Assistência Social e Educação de cada município, que devem indicar um articulador, que ficará responsável pela identificação dos grupos de jovens que poderão participar.

A comunicação entre esse articulador e o grupo selecionado será mediada pelo Instituto, que fará o cadastro desses jovens, a distribuição de materiais do Te Sai Covid, e o repasse de todas as orientações e suporte sobre o desenvolvimento das atividades do projeto. 

Por sua vez, os participantes serão convidados a criarem grupos de mobilização para unir ideias e ampliar o alcance das mensagens de conscientização contra a Covid-19. 

A participação no projeto é gratuita e ao término do ciclo, uma reunião será feita com os integrantes dos grupos para a apresentação das ações desenvolvidas no período e a entrega de certificados de conclusão do projeto Te Sai Covid. 

Caso algum grupo de um dos municípios selecionados manifeste interesse e queira participar de forma espontânea, sem a intermediação de um articulador, as inscrições podem ser feitas por meio do e-mail: comunicacaotesaicovid@gmail.com que também recebe dúvidas e pedidos de mais informações sobre a iniciativa. 

Canais de comunicação 

Uma das propostas do Te Sai Covid é a ampliação das mensagens de conscientização dos princípios básicos de cuidados contra o coronavírus. Além dos encontros virtuais, redes sociais e grupos de troca de conversas pelo WhatsApp, a equipe do Peabiru fará a divulgação de spots por meio de parcerias com rádios locais, permitindo que os habitantes das regiões selecionadas com o projeto possam ter acesso as mensagens de conscientização. 

Esse alerta foi importante para a Jumara Costa, 24, uma das participantes do ciclo passado de atividades do Te Sai Covid. Nos três meses do projeto, ela pôde dialogar com outros jovens e compartilhar experiências por meio dos grupos de troca de mensagens. “As orientações sobre as vacinas e o uso correto de máscaras, por exemplo,  nos ajudaram a barrar boatos relacionados a utilização de remédios comprovadamente ineficazes na prevenção e tratamento do vírus”, explica. 

Quem também segue essa opinião é o adolescente Hudson Nunes, 16. Para ele, a prevenção contra o novo coronavírus passa pela informação correta. “Aprendi também que a vacina não extermina a Covid-19, ela é apenas uma forma de prevenção. Não tem jeito! A forma de se prevenir do coronavírus é: usar a máscara, passar álcool em gel nas mãos e manter distanciamento sempre”, afirmou. 

Outra participante da primeira ação desenvolvida pelo Peabiru, Victoria Yasmin, 17, criou o grupo “Nascidas para Mobilizar”.  Ali, Victória mobilizou parentes e amigos nas ações em Manaus e atualmente faz por conta própria a divulgação das mensagens de conscientização dos cuidados contra a Covid-19. Para ela, os grupos com jovens foram fundamentais para conhecer o Te Sai Covid. “Fui uma das adolescentes contemplada com o Kit Rumo ao Enem do UNICEF e fui adicionada em um grupo de WhatsApp, lá eram enviadas mensagens a respeito de vestibulares, dicas de estudos e propostas de projetos, foi nesse momento em que conheci o projeto Te Sai Covid, me interessei e hoje sou participante e mobilizadora da prevenção contra a Covid-19”, disse. 

Municípios Contemplados com o Te Sai Covid 

Amazonas 

Manaus 

Iranduba 

Manacapuru 

Novo Airão 

Itacoatiara 

Careiro da Várzea 

Rio Preto da Eva 

Barreirinha 

Autazes 

Presidente Figueiredo 

Pará 

Alenquer 

Almeirim 

Curuá 

Faro 

Monte Alegre 

Óbidos 

Oriximiná 

Prainha 

Terra Santa 

Santarém 

Gurupá 

Belém 

2 Comentários em “UNICEF e Instituto Peabiru lançam segundo ciclo de mobilização de jovens contra a Covid-19”

  1. Claudionor da silva feitosa
    julho 3, 2021 às 6:42 am #

    Mmoito bem eu gostarina di saber como e gue eu faso para eu paticipas.desi com por gue eu so um prezidenti da associação vila irmão do relithy

  2. Instituto Peabiru
    julho 5, 2021 às 1:28 pm #

    Olá, Claudionor. Vamos entrar em contato pelo seu email informado, tudo bem? Se desejar pode nos enviar uma mensagem no whatsapp também para facilitar a comunicação: 91 9165-9606.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: