Direitos da Criança e do Adolescente

Selo UNICEF Município Aprovado

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular os municípios a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Saiba mais no site oficial do projeto.

Em 2016, foi executado o terceiro ano na Amazônia do 4o ciclo do projeto Selo UNICEF Município Aprovado, promovido em parceria pela UNICEF e o Instituto Peabiru. Ao final da edição como um todo, 192 municípios amazônicos receberam o Selo UNICEF por terem melhorado efetivamente as condições de vida do público infanto-juvenil. O Selo UNICEF Município Aprovado refletiu positivamente na vida de mais de 7 milhões de meninos e meninas dos municípios da Amazônia.

Clipping – Veja aqui matérias relacionadas.

 

Plataforma dos Centros Urbanos

Em 2016, UNICEF e Peabiru trabalharam para o empoderamento de jovens em relação a saúde sexual. Esta é parte da contribuição da UNICEF na busca de um modelo de desenvolvimento inclusivo das grandes cidades, que reduza as desigualdades que afetam a vida de suas crianças e seus adolescentes. A estratégia, Viva Melhor Sabendo Jovem, incluiu a constituição de um grupo de 32 jovens articuladores, que levaram conteúdos importantes para a formação cidadã de adolescentes nas escolas municipais e estaduais, além de ampliar a testagem para HIV/AIDS, Sífilis e Hepatites ao público de 14 a 29 anos em Belém, orientá-los sobre prevenção dessas Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e acompanhá-los no tratamento, quando necessário. Também participaram jovens das unidades de internação e semiliberdade da Região Metropolitana de Belém.

“O projeto foi uma fórmula de eu ver as coisas por outros ângulos. Tipo antes de eu participar, eu era uma pessoa bagunceira rebelde. Hoje, sou um cara tranquilo e sei conviver com as pessoas graças a esse projeto”. A declaração é de Paulo Henrique, aluno da Liceu Mestre Raimundo, escola municipal localizada no distrito de Icoaraci, que foi uma das envolvidas na ação.

Clipping – Veja aqui matérias relacionadas.

 

Projeto Educação Que A Gente Quer

Este ação, fruto da parceria da sociedade civil organizada e a UNICEF, visa dar voz a adolescentes e jovens do último ano do ensino fundamental e dos três anos do ensino médio, em questões que afetam o mundo dos estudos e as comunidades em que estão inseridos. Entre as questões estão – quais são as suas impressões e opiniões sobre a instituição escola, o direito à educação e as suas implicações nos outros direitos, em especial, no direito aos territórios educadores.

Clipping – Veja aqui matérias relacionadas.

 

Projeto Viva Melhor Sabendo Jovem

Iniciativa que surge através da iniciativa “Protagonismo de Adolescentes na Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) Belém”, executado pelo Instituto Peabiru em parceria com o UNICEF, a Prefeitura de Belém e o Governo do Estado do Pará, o projeto “Viva Melhor Sabendo Jovem”, tem como foco levar informação sobre os riscos de doenças sexuais para jovens da capital paraense e envolve-los a fim de torná-los protagonistas no debate. Ao todo, serão 430 adolescentes e jovens de 20 escolas públicas do município de Belém, além de pais e responsáveis.

Clipping – Veja aqui matérias relacionadas.

 

Centros de Inclusão Digital – Curralinho

“Vivemos um momento de grande euforia no final do ano passado com a doação do CQC dos equipamentos de informática e energia solar para a construção do telecentro na comunidade da Ponta Alegre, na zona rural. Podemos dizer que foi a gota d’água que faltava para fazer transbordar o sentimento dos moradores de que através da nossa organização podemos trazer projetos que gerem desenvolvimento”, comenta Marcos Baratinha, presidente da ONG Lupa Marajó e Secretário Municipal de Educação de Curralinho.

Clipping – Veja aqui matérias relacionadas.

Saiba mais – Conheça mais dos nossos projetos aqui.

%d blogueiros gostam disto: