Projeto Marajó Viva Pesca capacita parceiros para divulgar ações envolvendo os acordos de pesca no Rio Canaticu

Representantes de entidades parceiras participam de capacitação sobre o projeto Marajó Viva Pesca

Representantes de entidades parceiras participam de capacitação sobre o projeto Marajó Viva Pesca

No dia 30 de junho, a equipe do Marajó Viva Pesca realizou uma oficina de capacitação a respeito do projeto para representantes das entidades parceiras locais. O objetivo foi explanar todos os detalhes, para que os próprios parceiros tenham pleno domínio das ações, que estão sendo tomadas ou irão acontecer, para a recuperação e a conservação dos recursos pesqueiros do Rio Canaticu.

“Este é um projeto que começou a partir da demanda dos próprios parceiros. Então, nada mais oportuno do que eles terem domínio completo sobre cada ponto do Marajó Viva Pesca”, conta Manoel Potiguar, gerente de projetos do Instituto Peabiru. “O pedido de capacitação, inclusive, veio deles, pois muitas vezes são questionados a respeito do projeto nas reuniões que participam, tanto aqui dentro de Curralinho quanto em outros municípios”, relata Manoel.

Para Assunção Novaes, popularmente conhecido como “Cacau”, presidente da Colônia de Pescadores Z-37, e coordenador do CODETEM (Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Marajó), o treinamento foi positivo e deu a oportunidade aos parceiros para treinarem como apresentar o projeto em futuras exposições. “Nós montamos uma apresentação em PowerPoint pra utilizar quando formos explicar o projeto. Mas, um dos momentos mais interessantes da capacitação foi quando simulamos uma exposição, e recebemos dicas de como explicar melhor o projeto”, avalia Cacau.

Participaram do treinamento, além de representantes da Colônia de Pescadores Z-37 e CODETEM, parceiros das Secretarias Municipais de Curralinho de Meio Ambiente e de Pesca e Aquicultura, da Central de Associações do Rio Canaticu (CEAM), pedagogos da Escola Municipal de Ensino Infantil Cantinho do Saber e jovens da região que estudam no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – IFPA Campus Castanhal.

O Projeto Marajó Viva Pesca tem como principal objetivo a recuperação e conservação dos recursos pesqueiros do Rio Canaticu, no município de Curralinho (PA) em especial as espécies de peixe e camarão que estão em sobrepesca. Em execução desde o mês de setembro de 2013, o Marajó Viva Pesca é realizado pelo Instituto Peabiru com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental, e do Governo Federal.

, , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: