Instituto Peabiru amplia atuação no Marajó com iniciativas em educação

DSC01811

Aula de educação ambiental pelo projeto Marajó Viva Pesca com jovens de Curralinho (Marajó-PA)

 

Desde que realizou o “Escuta Marajó”, em 2010, o Instituto Peabiru vem realizado diversas iniciativas no território, sempre com a parceria e apoio de entidades locais e da organização social. São ações que envolvem temas como a sustentabilidade, conservação ambiental; relações e condições de trabalho das cadeias de valor da sociobiodiverisidade, principalmente, no extrativismo da pesca, açaí e andiroba; fortalecimento social; energia e qualidade da água, entre outros. Recentemente, outro tema tem ganhado força dentro das atividades realizadas pelo Instituto Peabiru: educação.

É o caso do projeto Marajó Viva Pesca, que conta com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental, e do Governo Federal. Um dos subprojetos é a Educação Ambiental, uma das principais ferramentas utilizadas pelo Instituto Peabiru para a sensibilização da sociedade com relação às questões que envolvem a sociobiodiversidade. “No caso do Marajó Viva Pesca, nós trabalhamos tanto com alunos, quanto com os professores”, relata Manoel Potiguar, gerente de projetos do Instituto Peabiru. “Nós estamos trabalhando na formação de agentes ambientais, que são os grupos de jovens, filhos dos pescadores, membros das comunidades, para que eles se tornem verdadeiros monitores da conservação dos recursos naturais de onde moram. Mas também capacitamos professores, para que eles sejam difusores deste tema”, explica Manoel.

20150320_150145

Reunião do Comitê Estadual do Pacto pela Educação do Pará foi realizada na sexta-feira (20), no Hangar, em Belém.

E, para reforçar esta atuação, o Instituto Peabiru formalizou na última sexta-feira (20), adesão ao Grupo de Parceiros Estratégicos do programa Pacto pela Educação do Pará (GPEP). O GPEP é um esforço integrado de diferentes níveis, setores e atores da sociedade, liderado pelo Governo do Estado, apoiado pela organização da sociedade civil Synergos. “Nosso município de atuação será em Curralinho (Marajó). Assim como no caso do Marajó Viva Pesca, atuaremos em parceira com a Secretaria de Educação Municipal e vamos aproveitar nossa experiência com educação ambiental, mostrar os resultados que tivemos e, juntos, trabalhar para melhorar o cenário educacional da região”, diz João Meirelles, diretor geral do Instituto Peabiru.

Ao todo, representantes de mais de 40 empresas, institutos e associações e 15 prefeituras municipais disseram “sim” ao Pacto pela Educação no Pará, na reunião do Comitê Estadual do programa, que ocorreu no Hangar, em Belém.  Eles se comprometeram em ser parceiros de mais uma etapa do programa, que pretende unir esforços integrados para melhorar a educação no Estado.

, , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: