Belém recebe projeto Viva Melhor Sabendo Jovem

pcu_vmsj2

Jovens articuladores envolvidos no projeto durante encontro de planejamento e avaliação das oficinas nas escolas.

No próximo dia 15 terá início, em Belém, a realização das ações de prevenção e testagem de HIV/aids, hepatites e sífilis do Projeto Protagonismo de Adolescentes e Viva Melhor Sabendo Jovem da Plataforma dos Centros Urbanos, a partir das 15h, na Praça da República, centro da cidade. Serão quatro domingos seguidos com equipes de saúde e adolescentes e jovens do projeto que estarão no local acolhendo adolescentes e jovens para prevenção e testagem. O projeto visa promover a mobilização de adolescentes e jovens na garantia de seus direitos e ainda acelerar a resposta à epidemia do HIV/aids, sífilis e hepatites.

Hoje (13) será a cerimônia de entrega dos certificados de conclusão das oficinas de formação de 32 jovens e adolescentes que irão atuar no projeto. Além da certificação, eles estarão apresentando o ônibus que acompanhará as ações de campo de prevenção e testagem com as equipes de saúde do estado e da prefeitura.

O projeto é fruto de uma parceria entre o Instituto Peabiru, UNICEF, Prefeitura de Belém e Governo do Estado do Pará, além do engajamento de adolescentes e jovens da Rede Jovem + Pará, Tela Firme, Grupo de Resistência de Travestis e Transexuais da Amazônia (Gretta), Coletivo de Homens Trans, Juventude Unida pela Vida na Amazônia (JUVA), Universidade Popular (Unipop), Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase), Pro Paz Escola.

A promoção do protagonismo de crianças, adolescentes e jovens já está acontecendo em oito escolas municipais, que levam os conteúdos das oficinas propostas pelo projeto, por meio da educação entre pares. As oficinas são voltadas para o diálogo, a participação e a interação de adolescentes e jovens de 20 escolas das Redes Municipal e Estadual de Ensino. No próximo dia 16 começam as atividades nas escolas estaduais de Belém.

No caso do Viva Melhor Sabendo Jovem, as atividades são direcionadas para adolescentes e jovens na faixa etária de 15 a 24 anos, prioritariamente para populações-chave: homens que fazem sexo com outros homens (HSH), gays, travestis, adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas com privação de liberdade e explorados sexualmente. Visa a ampliação de testagem do HIV, sífilis e hepatites. Também ofertar o tratamento, garantir os grupos de adesão ao tratamento e esclarecer para a população a importância e os cuidados na prática do sexo seguro.

Os temas trabalhados pelos 32 jovens e adolescentes do projeto, bem como técnicos das secretarias municipais e estaduais de saúde, educação e assistência são: Educomunicação; Participação, Controle Social e Políticas Públicas; Tratamento e Prevenção da Sífilis e das Hepatites Virais; Tratamento e Prevenção ao HIV/aids, sífilis e hepatites; Prevenção ao Uso Abusivo de Álcool e outras Drogas; Cultura de Paz; e Prevenção ao mosquito Aedes aegypti.

O projeto busca, por meio de uma estratégia diferenciada, reduzir a epidemia de HIV/Aids, sífilis e hepatites e atuar de forma preventiva na promoção do diálogo e mobilização entre pares, ou seja, adolescentes e jovens conversando e engajando adolescentes e jovens.

O Projeto é uma resposta ao compromisso firmado por Prefeituras do mundo todo com a Declaração de Paris. Esta Declaração foi primeiramente assinada pela prefeitura de Paris, em 1º de Dezembro de 2014, Dia Internacional de Luta contra a Aids e tem por objetivo o compromisso para que cidades do mundo inteiro acelerem ações e respostas a esta epidemia. Centenas de prefeitos já assinaram a declaração. Na Amazônia, dois prefeitos de grandes cidades já se comprometeram: os prefeitos de Belém, Zenaldo Coutinho, e Arthur Virgilio de Manaus, em dezembro de 2015.

A meta é, até 2030, todos os governos signatários conseguirem fazer com que 90% das pessoas vivendo com HIV saibam que têm o vírus; 90% das pessoas que sabem que tem o HIV estejam recebendo tratamento antirretroviral; e destas, 90% em tratamento antirretroviral tendo carga viral indetectável.

Na Declaração, os prefeitos signatários se comprometem ainda a, junto com governos do mundo todo: acabar com a epidemia de AIDS nas cidades até 2030; colocar as pessoas no centro de todas as ações; enfrentar as causas do risco, das vulnerabilidades e da transmissão do HIV; usar nossa resposta à AIDS para uma transformação social positiva; construir e acelerar uma resposta adequada às necessidades locais; mobilizar recursos para a saúde pública e um desenvolvimento integrado; e unirem-se como líderes.
Sobre a PCU

A Plataforma dos Centros Urbanos é uma iniciativa do UNICEF que tem por objetivo contribuir para a redução das desigualdades nas grandes cidades brasileiras, melhoria das condições de vida de crianças e adolescentes que vivem nos centros urbanos brasileiros, especialmente daquelas que têm seus direitos mais violados, por meio do impulso à redução das desigualdades intramunicipais.

A atual edição, de 2013 a 2016, envolve oito capitais: Belém, Fortaleza, Maceió, Manaus, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo. A iniciativa consiste no estabelecimento de uma parceria entre o UNICEF, a Prefeitura Municipal e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) em torno do compromisso com a melhoria de dez indicadores, por meio do investimento em políticas públicas e do fomento à participação política e social.

Cerimônia
Data: 13 de maio de 2016
Horário: 18h
Local: Auditório da Fisio da UEPA – Travessa Perebebuí 2623, Marco

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Comentários em “Belém recebe projeto Viva Melhor Sabendo Jovem”

  1. sônia Mota
    maio 18, 2016 às 2:35 am #

    RESPONDO PELA SECRETARIA DE POLITICAS PUBLICAS DO MEU MUNICIPIO E GOSTARIA DE LEVAR ESSE PROJETO DE SAUDE PARA OS JOVENS DA MINHA CIDADE.

  2. institutopeabiru
    maio 18, 2016 às 2:52 pm #

    Olá Sônia, obrigado pelo contato.

    Vamos sua mensagem e e-mail para a coordenação do projeto e pedir para que eles entrem em contato.

    Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: