Próximos passos para inclusão energética na Amazônia: construção de capacidade local

O Programa Luz para uma Vida Melhor é uma iniciativa do IDEAAS e do Instituto Peabiru para a inclusão energética sustentável de famílias da Amazônia rural. A proposta é oferecer kits de energia solar autônomos que atendam às necessidades de iluminação, televisão e refrigeração residencial em locais excluídos das redes públicas de energia.

Num primeiro momento, foram instalados 23 kits de iluminação básica do modelo “Bakana Solar” na Comunidade Nossa Senhora da Conceição, Ilha de Paquetá, Belém, Pará. A definição do local foi em parceria com o Movimento das Mulheres das Ilhas de Belém (MMIB), como representativo da vulnerabilidade e insegurança energética de famílias do meio rural da Amazônia.

20170719_094748

Casal Machado posa junto a bico de luz solar em frente à sua casa, na Comunidade Nossa Senhora da Conceição, Ilha de Paquetá, Belém, PA. Julho de 2017. Foto: Mariana Buoro

 

Este projeto demonstrativo apresenta a viabilidade da tecnologia desenvolvida pelo IDEAAS para enfrentar a exclusão energética da Amazônia rural.

Construindo capacidade local

Além da tecnologia inovadora, a proposta é estabelecer um Arranjo Produtivo Local de Energias Sustentáveis – capacitando e conectando atores locais a participarem desta cadeia produtiva local.

O próximo passo do Programa é capacitar  agentes técnicos solares capazes de atender as Ilhas da Região Metropolitana de Belém. Estes agentes estarão aptos a realizar montagem de kits, instalações e assistência técnica às comunidades atendidas.

Como comenta João Meirelles, diretor do Instituto Peabiru,  “mais do que oferecer equipamentos a baixo custo, é preciso criar capacidade técnica local em prol da independência na manutenção dos sistemas. Isto gera emprego e renda local e permite expandir o Arranjo Produtivo Local de baixo para cima, conforme a efetiva capacidade destes grupos em absorver financeiramente o novo modelo energético”.

O fortalecimento das organizações locais

Com a coordenação do Movimento de Mulheres das Ilhas de Belém, sediado em Cotijuba, foi realizado um edital para selecionar 10 candidatos a agentes técnicos solares, que passarão por uma série de treinamentos. O MMIB também será responsável pela  coordenação administrativa do suporte aos usuários, intermediando o contato das comunidades atendidas com os agentes técnicos, para garantir a gestão das instalações e reparos, e mantendo estoque de peças e relatórios de atividades.

O treinamento em si fica a cargo do IDEAAS, sob a coordenação técnica de Muriel Silva. A programação dos três dias de treinamento inclui uma parte teórica introdutória sobre energia solar e a tecnologia do Bakana, e etapas práticas de montagem dos kits, instalações e simulações de suporte em campo. Os agentes técnicos também participarão de simulações de treinamento dos usuários, para oferecer maior autonomia  aos usuários do sistema – como manter seu kit e usá-lo corretamente no dia-a-dia

397

Muriel Silva (IDEAAS) apresenta a jornalistas o funcionamento da tecnologia solar implementada pelo programa, durante evento no Museu Paraense Emílio Goeldi. Agosto de 2017.

 

Clique aqui para saber mais sobre o Programa Luz para uma Vida Melhor.

 

 

, , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: