Projeto Ativa Barcarena: Ativação de redes e desenvolvimento territorial no município de Barcarena

A efetivação de um modelo de desenvolvimento territorial baseado na construção coletiva. Essa é uma das bases do Ativa Barcarena, projeto da área de Responsabilidade Social da Hydro, realizado em parceria com o Instituto Peabiru, que busca contribuir para o fortalecimento das redes de produtores rurais de Barcarena.

Com o objetivo de reconhecer e potencializar as bases econômicas do município, atuando junto às comunidades do território, o projeto mobiliza atores locais e realiza processos de ativação de recursos em Barcarena, apostando na articulação de produtores familiares para a resolução de desafios da produção agrícola local.

Iniciado em maio de 2018, o Ativa Barcarena é composto por três eixos: Pesquisa, Planejamento territorial e Orientação técnica. O projeto atua a partir de recursos importantes no território, como as culturas da agricultura familiar,  com a coordenação dos atores locais, como base para valorização da produção e de sua origem.

O modelo desenvolvido pelo “Ativa Barcarena” foi construído de forma participativa, com a identificação dos problemas locais durante reuniões com as comunidades da área rural do município, a partir de diagnóstico feito no território.  Os participantes são de comunidades localizadas próximo à área de atuação da Hydro, entre elas Vila Nova, Burajuba, Bom Futuro, Arienga Estrada, Cruzeiro, Cafezal, Utinga Açu e Sítio São João.

Diagnósticos para o planejamento e protagonismo dos produtores

O trabalho realizado pelo Instituto Peabiru foi estruturado em conjunto com as famílias produtoras, visando trazer informações e apoio técnico para o desenvolvimento do potencial agrícola das comunidades. A pesquisa busca realizar diagnóstico socioeconômico envolvendo até 300 famílias de produtores, identificando os processos produtivos (diversidade de atividades e produtividade) atuais, do passado e as perspectivas para o futuro; além de caracterizar os solos de suas áreas de produção, apresentando os atributos químicos e recomendações para adubação e calagem. Além da análise nas Unidades de Produção Familiar (UPF), a pesquisa de solo está analisando 300 pontos nas margens da bacia do Rio Murucupi. Os resultados fornecidos pela pesquisa permitirão elaborar um diagnóstico socioprodutivo das comunidades e grupos envolvidos, a ser construído coletivamente com ferramentas metodológicas participativas e que contribuirá para a melhor governança territorial.

Os diagnósticos permitirão maior conhecimento e planejamento da produção familiar, possibilitando a avaliação da presença de metais pesados no solo desses produtores e, também, avaliação da fertilidade (diagnóstico dos atributos químicos do solo), acompanhadas da recomendação de adubação e calagem.

 

Resultados e transparência

A criação de processos de relacionamento e construção de diagnósticos com transparência e confiança é a base do trabalho da equipe técnica do Ativa Barcarena. Visando a transparência máxima para apresentação dos resultados aos participantes, após a conclusão dos diagnósticos, dos processos de coleta e produção de laudos, o projeto prepara as ações de devolutivas, com retorno às comunidades e entidades do poder público envolvidas nos processos de levantamento e capacitação.

As devolutivas acontecem entre fevereiro e março de 2019 e devem contar com eventos abertos, com a facilitação dos técnicos do Instituto Peabiru e da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA).

, , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: