Responsabilidade Social Corporativa

Construir parcerias com empresas, entes públicos e comunidades afetadas pelas operações da empresa em prol da sustentabilidade, especialmente para: a. a mediação de conflitos; b. implementação de tecnologias sociais para solução de problemas do entorno de empreendimentos; c. fortalecimento da organização social para representatividade de atores de interlocução com o poder público e a iniciativa privada; e d. construção participativa de planos de desenvolvimento local. Destaque para cadeias de valor da palma (dendê), papel e celulose e mineração. Conheça nossos projetos e parcerias:

Cadeia de Palma

Nordeste do Pará está se tornando um grande pólo brasileiro de produção de óleo de palma (Foto: Rafael Araújo)

A cadeia de valor da palma ((Elaeis guineensis), conhecida como dendê, apresenta forte crescimento no Pará, onde se concentra mais de 90% da produção brasileira de óleo de palma, de cerca de 300 mil toneladas/ano (0,57% da produção mundial). O interesse pela cultura aumentou na última década com o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel. Desde 2009, o Instituto Peabiru realiza pesquisas e ações pioneiras sobre esta cadeia de valor. Entre os principais parceiros destacam-se a Agropalma SA, e a Petrobras Biocombustível, que hoje compõe a Belém Bioenergia Brasil (BBB). Para esta última, entre 2010 e 2011, o Instituto Peabiru realizou uma série de diagnósticos preliminares que compuseram o Marco Zero da chegada da empresa ao município de Tailândia. Foram estudos do meio físico, do patrimônio arqueológico a levantamentos preliminares de botânica e da fauna (abelhas nativas, anfíbios, repteis, aves e pequenos mamíferos) em onze propriedades rurais e seu entorno.

Documentário sobre o programa Indicadores de Sustentabilidade e formação de Pesquisadores Socioambientais

Saiba mais –Confira aqui mais detalhes do estudo.

Clipping – Veja matérias relacionadas aqui.

Mídia – Veja a galeria de fotos do programa aqui.

Fortalecimento Vila Palmares

Sem regularização fundiária, população fica sem acesso a saneamento e outros direitos sociais (Foto: Arquivo Peabiru)

A Associação de Moradores do Distrito de Palmares aguarda um posicionamento do Instituto de Terras do Pará (Iterpa) sobre o processo de integração do território de Vila dos Palmares como parte do município de Tailândia, no nordeste do Pará. O primeiro passo para a regularização fundiária foi dado em janeiro de 2012, quando a área da localidade foi reservada no Decreto Estadual Nº 328/2012, pelo governador Simão Jatene, para doação ao município. Porém, desde então poucos passos foram dados.

Clipping – Veja matérias relacionadas aqui.

%d blogueiros gostam disto: